Foi mal atendido em um estabelecimento? Veja o que fazer!

Você já foi mal atendido alguma vez em um estabelecimento? Infelizmente, isso é algo que pode acontecer com qualquer pessoa e em qualquer local. Em casos assim, é importante que a pessoa saiba como agir adequadamente.

Como se sabe, quando os clientes não reportam eventuais problemas que tiveram, isso pode gerar algumas consequências negativas. Além disso, o atendimento nesses locais permanecer aquém do esperado. Pontuar os aspectos negativos de um atendimento pode ― e deve ― servir como incentivo para que o estabelecimento mude sua postura.

Você está se perguntando como deve agir caso seja mal atendido? Então continue a leitura para conferir!

1. Chame o gerente imediatamente

Essa é a atitude mais direta a se ter ao ser mal atendido. Porém, antes de comunicar um serviço que o desagradou ao gerente, analise o motivo da sua reclamação. Por vezes, pode ser apenas uma questão simples de ser resolvida com o próprio atendente.

Um exemplo: imagine que você vá a uma hamburgueria, mas o atendente não sabe muito bem explicar o preparo de blend de carne de um hambúrguer que te interessou ou como harmonizar hambúrguer com cerveja. Em muitos casos, isso pode acontecer em decorrência de inexperiência ou de despreparo para aquela situação específica, não por má vontade. Por isso, é importante observar cada situação e, se for o caso, dar um toque no atendente sobre aspectos que podem ser melhorados.

No entanto, caso seja necessário, chame a gerência, com todos os detalhes pertinentes para registrar o ocorrido. É importante que aja sempre de forma centrada e tranquila, para não perder a razão.

2. Utilize as redes sociais

Redes sociais como o Twitter, Instagram e Facebook, Tripadvisor têm forte poder de influência, inclusive quando se trata de atendimentos ruins em qualquer tipo de estabelecimento.

Você pode registrar sua reclamação diretamente na página do local ou em grupos focados no segmento em questão. Com sua queixa postada em um local com vários visitantes diários, registros de outros usuários insatisfeitos poderão aparecer, o que tornará o problema mais evidente para os donos dos estabelecimentos.

3. Não pague os 10%

Esse ponto é algo comum em restaurantes de todos os tipos. A porcentagem, geralmente direcionada ao garçom ― mas também passível de ser dividida entre toda a equipe ―, é motivo de controvérsias em muitos casos, pois inclui justamente o atendimento, nem sempre satisfatório.

Caso você tenha achado o atendimento realmente ruim, poderá optar por não pagar os 10% da mesa. Mesmo que eles já venham incluídos na comanda ou na nota fiscal, isso não é uma obrigatoriedade, e você tem todo o direito de não aceitar. Lembre-se sempre disso!

4. Converse com o funcionário que lhe atendeu mal

Como dissemos no início do post, uma atitude positiva a ser tomada é tentar resolver a situação com o próprio funcionário que não prestou um bom atendimento. Quando você age de forma mais calma e apresenta o seu problema de forma clara, os atendentes têm mais chances de melhorar condutas que estão desagradando.

Muitas vezes, pequenas atitudes geram grandes resultados. Um pequeno toque da sua parte pode influenciar positivamente em todo o modo de atendimento de um colaborador e, como consequência, no do estabelecimento.

5. Denuncie nos órgãos de reclamação

O que pode ocorrer algumas vezes é que nem o funcionário, a gerência e mesmo os donos do local se importem com o mal atendimento ou busquem uma solução. Quando isso acontece, resta recorrer a órgãos de reclamação.

Atualmente, o site Reclame Aqui é uma das melhores maneiras de registrar reclamações contra empresas. De forma similar às redes sociais, a página apresenta dados sobre o quanto aquele estabelecimento está realizando um trabalho ruim e em quais áreas específicas.

Há também o Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon), onde poderá ser registrada uma reclamação formal. Como os estabelecimentos ficam com suas imagens comprometidas ao serem autuados, essa pode ser uma ferramenta muito útil para a resolução de problemas.

A melhor opção é uma boa conversa ou preenchimento de uma pesquisa de satisfação no próprio restaurante. Assim as coisas podem ser resolvidas rapidamente e sem complicações. Afinal de contas buscamos sempre uma boa comida e com um atendimento cortês e educado.

Buscar uma solução ao ser mal atendido é direito de todo consumidor. Mas o legal mesmo é quando encontramos lugares que prezam por um atendimento de excelência e diferenciado, não é mesmo? Para ver bons exemplos disso, que tal buscar essas opções em São Paulo? Até a próxima!

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"